Participantes da oficina da Rede de Barragens Amazônica visitam a usina do Glen Canyon e o rio Colorado no Arizona

No segundo dia da Oficina da Rede de Barragens Amazônicas, o grupo de pesquisadores e representantes indígenas e de instituições brasileiras e americanas, fizeram uma visita guiada pela barragem Glen Canyon, no rio Colorado. A visita tinha o objetivo de promover a troca de conhecimentos e aprendizados na execução do Programa de Gestão Adaptativa da barragem do rio Colorado.

Na primeira parte da viagem, os participantes fizeram uma incursão pela usina hidrelétrica, conheceram sua história de construção, visitaram as turbinas, geradores e puderam observar a sistemática de funcionamento da hidrelétrica do Glen Canyon, no Grand Canyon (Arizona).

Seguindo a visita, pesquisadores da região guiaram os participantes por uma incursão de barco pelo rio Colorado, falando sobre o processo de formação geológica, o programa de Gestão Adaptativa em relação aos peixes e os participantes tiveram a oportunidade de conhecer um sítio de pinturas rupestres do povo Zuni, originários da região.

Nessa quarta-feira, o evento segue com a formação de grupos de trabalho, visando encontrar temas e ferramentas para a integração de pesquisas sobre barragens na Amazônia, tendo como ponto focal a gestão adaptativa.